Quarta-feira, 25 de Janeiro de 2012

And the 28th State is....

No fim-de-semana passado a Croácia foi a votos para decidir a sua entrada na UE. Tomaram essa decisão como todas as grandes decisões de um Estado devem ser tomadas: através de um referendo. O Sim à UE venceu com 66% mas as maiores atenções foram para a grande abstenção (apenas 43,4% dos eleitores votaram).

 

Este referendo era mais importante do que aquilo que podia parecer, só a mera possibilidade de o não ganhar fazia estremecer Bruxelas. Haver alguém que, mesmo com as dificuldades presentes, aceite fazer parte da União é um sinal de que ela ainda vale para alguma coisa.

Contudo os dados alteram-se. Enquanto que a nossa entrada foi um festa - sabe-se lá porquê a imagem de um porquinho a chafurdar na lama assaltou-me a cabeça - os croatas não esperam grande coisa da parte de Bruxelas. No fundo o que querem é estar sentados à mesma mesa.

 

A abstenção e Europa parecem estar interligados. Por cá, as eleições europeias, batem recordes de abstenção. Podemos tentar explicar isto apenas pelo lado "deles", ou seja, do tão falado divórcio da União Europeia com os seus cidadãos. Mas não é só isso. O desinteresse também é dos cidadãos a quem não lhe interessa o que lá se passa a não ser que algum escândalo envolvendo um Eurodeputado e uma viagem em primeira classe expluda.

publicado por Tomás Gonçalves Da Costa às 22:44
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Gonçalo Dorotea Cevada a 25 de Janeiro de 2012 às 23:48
Não se interessam porque não conhecem, e este também é parte do problema.

Mais, enquanto as pessoas não perceberam que não há o "eles lá em Bruxelas", ou pior ainda, "eles lá na Europa" não há solução para o abstencionismo. "Eles estão lá" porque nós os elegemos.


De Miguel Guimarães a 25 de Janeiro de 2012 às 23:48
Tens uma tara por porcos, não tens?


De Gonçalo Dorotea Cevada a 26 de Janeiro de 2012 às 00:21
*perceberem


De Afonso Reis Cabral a 26 de Janeiro de 2012 às 09:44
Das duas, uma: ou são valentes ou são estúpidos.


Comentar post

“Os bajuladores são honrados e os homens de bem sujeitados. O mesmo arbítrio reina nos decretos do povo e nas ordens dos tiranos. Trata-se dos mesmos costumes. O que fazem os bajuladores da corte junto a estes, fazem os demagogos junto ao povo.”, Aristóteles.
democraciadasfalacias@sapo.pt

.Gente falaciosa

 

.Últimos decretos

. Empreendedorismo jovem

. A web de hoje e a web de ...

. Que ando eu a fazer?

. Para quando o capitalismo...

. Artur Gandra manda pensar

. O queixume.

. Para que a Democracia não...

. The Great Pretender

. Mais uma falácia da democ...

. O verdadeiro Serviço Públ...

.Últimos comentários

Putz! Salariões, hein?Muito mais altos do que na E...
Este artigo é pura ignorância. Dar aulas é uma peq...
Uma coisa que os acordistas não sabem (ou não quer...
Lamento tanta asneira e desconhecimento... o que p...
É pena tanta ignorância e demagogia ... O autor de...
D.Cecília peço desculpa mas não concordo consigo. ...
Olá! Sou brasileiro e, até então, contra ao Acordo...
Estive a reler o artigo que originou esses folheto...
http://www.facebook.com/groups/367844474926/?fref=...
Razão n.º 1 – O novo acordo ortográfico NÃO promov...

.Mais comentados

.Pastas

. todas as tags

.Arquivo

. Setembro 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Maio 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Janeiro 2012

.Setembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30


.Ligações